×
HOME JFILHOS IMÓVEIS NOTÍCIAS VENDA SEU TERRENO FALE CONOSCO VEM PRA OBRA MINHA CASA, MINHA VIDA QUERO UM JFILHOS SEJA PARCEIRO TRABALHE CONOSCO ÁREA DO CORRETOR ÁREA DO CLIENTE

NOTÍCIAS

DA JFILHOS

03 Fev 2020

Evislan Souza, o entrevistado da semana do JLPolítica

Compartilhar:

Entrevista Evislan.jpg

Evislan Souza: “Objetivo maior da JFilhos é oferecer produtos e serviços de qualidade”

 

Ela nasce de obras públicas, cai nas graças do Minha Casa, Minha Vida, flerta com altas tecnologias e as desenvolve na feitura de casas rápidas, seguras, confortáveis e mais baratas.

Paralelamente, pega o caminho da incorporação própria de imóveis residenciais, de modo que desde o dia 7 de março de 2005 existe e não é apenas ou simplesmente mais uma construtora no solo de Sergipe.

Ela é um case de sucesso, visada positivamente por quem atua na área e, sobretudo, por quem sonha com os produtos que ela gera e produz: moradia com segurança.

Esta bem que poderia ser uma biografia reduzida e sintética da Construtora JFilhos, fundada a partir das expertises do bacharel em Gestão Empresarial, com Especialização em Redes de Computadores, Governança em Tecnologia da Informação e Gestão de Obras Evislan Souza e da engenheira e administradora de Empresas Marta Virgínia Alves de Santana, a partir do município de Poço Verde, mas que estendeu seus tentáculos sobre Sergipe inteiro.

Dizer que a JFilhos foi “fundada a partir das expertises” de Evislan e de Marta é uma espécie de verdade que exige um breve reparo. No jota dela há uma história precedente simbolizada na figura empreendedora de José Silvino, o pai de Evislan, que, por sua, já havia puxado o cordão empreendedor genético do pai, Silvino Augusto.

É o próprio Evislan quem conta a formidável gênesis dessa JFilhos. “A origem da empresa se deve à continuidade do trabalho realizado com muita dedicação por meu pai, José Silvino. Seu Zeca trabalhou na construção civil durante anos e, antes dele, meu avô, seu Silvino Augusto, também trabalhava”, revela Evislan.

“Ou seja, venho de uma linhagem que viveu nos canteiros de obras. Meu pai e meu avô sempre trabalharam como empreiteiros. Participaram em construção de barragens, atuaram em obras como a construção da Hidrelétrica de Xingó, a construção da barragem de Lagarto, obras de infraestrutura como drenagem e sistema de esgotamento sanitário em vários municípios de Sergipe, Alagoas, Bahia e Pernambuco”, completa.

Hoje, no entanto, tudo isso estaria circunscrito na contemporaneidade desta empresa que nasce para o tempo presente e sobretudo para o futuro oficialmente naquele março de 2005 – portanto, está beirando os (apenas) 15 anos.

Apesar de uma adolescente, a JFilhos tem um portfólio comum e típico de uma empresa adulta. De uma empresa sênior, pronta para qualquer parada no campo da construção civil - sobretudo no da moradia popular e econômica de bom perfil e de boa garantia.

Isso porque os seus mantenedores Evilsan e Marta levam muitíssimo a sério tudo o que fazem. E nisso inclui uma irretocável e acuradíssima visão tecnológica, que passa pelo campo do respeito aos colaboradores.

Os resultados são visíveis a olho nu. “Construímos e entregamos mais de duas mil unidades e estamos concluindo mais 1.281, o que chegaremos a mais de 3,2 mil unidades só no faixa 1”, diz Evislan Souza.

“Essa experiência em trabalhar seguindo rigorosas normas, como por exemplo a de desempenho, a 15.575, construir em escala e com baixo custo, nos credencia a atuar em outras faixas do Minha Casa, Minha Vida”, completa.

Um credenciamento que o principal gestor da JFilhos vê como algo bem além de simplesmente produzir e entregar imóveis. “Desde sua origem até os dias atuais, trabalhamos a partir do conceito de que a JFilhos não é uma construtora preocupada apenas com quantidade em metro quadrado de área construída. O objetivo maior da JFilhos é oferecer produtos e serviços de qualidade, tendo como missão e valores entregar não somente uma casa ao cliente, e sim um lar”, diz.

E é aqui que, para a JFilhos e para Evislan Souza, a tecnologia e a inserção na modernidade são cláusulas pétreas. Questão de vida ou morte. Ele investe como quem opta pela vida, e em fôlego alto - sempre de mãos dadas com os conceitos da indústria 4.0.

“O que estamos vivenciando em uma velocidade assustadora é, sim, uma mistura dos mundos físico e digital por meio de várias tecnologias que cada vez mais se relacionam em conjunto e impactam diretamente na continuidade ou não das construtoras. Para continuarem vivas, as empresas, de forma rápida, precisam buscar e entender, aplicando com visão 360 graus, as práticas das chamadas startups enxutas. Essas práticas buscam formas de reduzir erros, mitigar riscos e garantir maior eficiência no uso do orçamento e do tempo de projeto”, diz Evislan Souza.  

Nesta Entrevista, o executivo Evislan Souza vai mostrar porque e como deixou de ser um promissor burocrata do serviço público e em menos de 15 anos botou de pé uma empresa que tem inegável lugar no presente e no futuro da construção civil de Sergipe.

Evislan da Silva Souza nasceu no dia 16 de julho de 1980 na cidade Poço Verde, onde concebe a JFilhos e com ela dá os primários passos. É filho de José Silvino de Souza e de Maria Elza Nunes da Silva.

Ele é casado com a engenheira e sócia Marta Virgínia Alves de Santana, com quem divide a paternidade de Vinícius Santana Souza, de cinco anos, e da pequena e recém-nascida Maria Luísa Santana Souza.

Já com a JFilhos concebida, Evislan Souza ainda ocupou cargos em gestão da Tecnologia da Informação, como gerente de Informática no Laboratório Central de Saúde Pública de Sergipe, Instituto Parreira Horta, foi gerente de Projetos na Secretaria de Segurança Pública, analista de Negócio do Centro Integrado de Segurança Pública - Ciosp -, onde coordenou toda a parte tecnológica, além de gerenciar uma equipe de mais de 100 profissionais atendentes de call center.

 

Entrevista Completa: http://jlpolitica.com.br/entrevista/evislan-souza-objetivo-maior-da-jfilhos-e-oferecer-produtos-e-servicos-de-qualidade

CADASTRE-SE E RECEBA
NOSSAS NOVIDADES